“Duas coisas me enchem de espanto e admiração: o céu estrelado fora de mim e a lei moral dentro de mim.” (Kant)

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Os deputados federais fichas sujas do Paraná.

Eu recebi um email, com uma lista dos fichas sujas e suas respectivas acusações, são eles:
em ordem alfabética. Começe a pensar eles serão candidatos daqui dois anos e são agora.
ABELARDO LUPION Deputado DEM
PR Sonegação Fiscal
AIRTON ROVEDA Deputado PPS PR Peculato
ALEX CANZIANI Deputado PTB PR Peculato
ANDRÉ ZACHAROW Deputado PMDB PR Improbidade Administrativa
CHICO DA PRINCESA (FRANCISCO OCTÁVIO BECKERT) Deputado PL PR Crime Eleitoral
DILCEU SPERAFICO Deputado PP PR Apropriação Indébita
GIACOBO (FERNANDO LUCIO GIACOBO) Deputado PL PR Crime Contra a Ordem Tributária e Seqüestro
IRIS SIMÕES Deputado PTB PR Sanguessugas (Escândalo das Ambulâncias)
JOSÉ JANENE Deputado PP PR Estelionato, Improbidade Administrativa, Lavagem de Dinheiro, Corrupção Passiva, Formação de Quadrilha, Apropriação Indébita e Crime Eleitoral
RICARDO BARROS Deputado PP PR Sonegação Fiscal

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Pérolas Politicas é a visão do ...

Visão do inferno.






Fonte: http://www.sedentario.org/galeria/?p=89

Filho de Peixe, barbudo é...


Fonte: http://www.sedentario.org/galeria/?p=89

Onde será.

Eu estava assistindo ao programa eleitoral e após ver o "Bonde do Sr. Fantástico", me perguntei onde será que filmaram o carro em movimento. Por que a camera não trepidava, se foi filmado nas ruas de Maringá, não passou por um buraco se quer.
Me ajudem a matar essa charada.

sábado, 23 de agosto de 2008

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Resultado de enquete.

Por onde anda o inconformado?

Foi abduzido.
5 (35%)
A família real, o sequestrou.
7 (50%)
Tirou férias.
1 (7%)
Ou está dando um tempo para a cabeça.
1 (7%)

Novo Blog na parada!

Ti-Ti-Ti Antisocial - by Candinha

http://ti-ti-ti-antisocial.blogspot.com/

Bem vinda! Candinha.

O bundão da semana. Ou melhor os!




Vídeo de uma manifestação de estudantes sobre os crimes cometidos por militares no período da ditadura.
Precisa dizer algo!
Conheçam um dos responsáveis pela matança na Guerrilha do Araguaia, e o Grande Delator José Genuíno.

quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Uma breve analise de 2000 à 2004 da política maringaense, ainda incompleta.

No ano de 2000, segundo as pesquisas, o Partido dos Trabalhadores ( PT ), com seu candidato a prefeito, o Sr José Cláudio Pereira Neto, começou em quarto lugar, uma campanha para Prefeitura da cidade de Maringá, localizada no norte do Paraná. Neste pleito, apesar da aparente situação desfavorável, o PT conseguiu chegar a vitoria no dia 23 de outubro do mesmo ano, depois de ter passado para o segundo turno, derrotando um candidato da coligação PDT/PTB, conhecido por Dr. Batista, médico e vereador influente nesse município. No primeiro turno, o candidato do PT, que não fez coligação com nenhum outro partido, e nunca ocupou nenhum cargo no executivo e no legislativo do município, eliminou as chances do então prefeito, Sr. Jairo Gianoto, do PSDB, passar para o segundo turno. Naquela época, a cidade vivenciava um período conturbado de movimentação política e de denuncias de corrupção ligadas a esse candidato, que tentava, então, sua reeleição.

Neta disputa concorriam também candidatos ligados a vários seguimentos da sociedade: Silvio Name Jr. ( PMDB ), Ines ( PSTU ), Ulisses Maia ( PPS ) e finalmente Cida Borgueti ( PPB ). Essa última candidata despontou para vida política na cidade à luz da trajetória de seu marido, o Sr. Ricardo Barros, ex-prefeito de Maringá e filho de um outro ex-prefeito, o Sr. Silvio Magalhães Barros. A família Barros, como são conhecidos na cidade, desempenha papel importante na política local. Contudo, a atuação de Ricardo Barros, durante os dois mandatos do Presidente Fernando Henrique Cardoso, conferiu a essa jovem liderança projeção nacional. O mesmo chegou a ser líder de FHC na Câmara de deputados por dois anos (2000 - 2002). Porém, naquele momento, a importante atuação política de Ricardo Barros e sua família não foram o suficiente para fazer Cida Borgueti chegar ao segundo turno. José Cláudio do PT, contrariando todas as avaliações e projeções tirou a vaga dessas reconhecidas e tradicionais lideranças políticas da cidade. Talvez, porque, nessa campanha para prefeitura de Maringá, estivesse vigorando aquele resgate dos ideais de cidadania, igualdade e a crescente consciência da necessidade de mudanças e reformas mais profundas, instituídas desde 1989, com a campanha de Lula contra Collor. Como afirma Velho (1990:47), mesmo tendo sido derrotado por Collor, a campanha de Lula foi importante porque trouxe para o cenário eleitoral brasileiro esses valores perdidos durante os anos de ditadura militar. Quem sabe, a onda petista das eleições de 2000 que chegou até Maringá e a alguns outros municípios do Paraná, não possa ser pensada como um outro momento em que a população de algumas importantes cidades do país decidiu revalorizar esses mesmos ideais - a marca da campanha de José Cláudio era "Política de Cara Limpa" e a promessa da construção de um governo "Democrático e Popular".

A preocupação desta pesquisa é, portanto, compreender o que foi o processo eleitoral no município de Maringá, no ano de 2000. Onde pela primeira vez o Partido dos Trabalhadores chegou ao poder. Com esta nova situação é que iremos buscar uma interpretação para esta nova realidade e, para tanto, faço as seguintes indagações:

a) por que os eleitores votaram em José Claudio? por ele representar, segundo sua propaganda, a "Política de Cara Limpa"?;

b) os votos em José Claudio representavam também votos no PT?;

c) será que ele representava a indignação da população com a politica exercida no Brasil e em Maringá, pelo prefeito que era do mesmo partido do presidente da república?;

d) o crescimento do PT e a grande aceitação do nome de Luís Inácio Lula da Silva como pré-candidato a presidente da republica nas eleições que ocorreriam dois anos depois, contribuíram para vitória de José Cláudio?

Mesmo, considerando o perfil político de Maringá como sendo o de um município com um passado conservador, devemos lembrar que foi nesta cidade onde ocorreu a primeira manifestação pelo fora Collor. Além disso, a expressiva vitória de José Claudio à prefeitura, com 70% dos votos ( 170.320 ), me leva a fazer algumas outras indagações:

a) por que além de Maringá, Ponta Grossa e Londrina, sendo que esse último município pela segunda vez, elegeram candidatos do PT?

b) como que em Curitiba, capital do Estado, após varias eleições ganhas, no 1º turno, pelos candidatos do Sr Jaime Lerner ( PSDB ), ex-prefeito de Curitiba e então governador reeleito, houve uma disputa acirrada que culminou em um segundo turno entre o candidato do governador, que, por sua vez tentava a reeleição (Cássio Taniguichi), e um do PT (Ângelo Vanhone)? Ao final, o primeiro foi vitorioso com uma diferença de votos muito pequena, tendo sua vitória sido questionada na justiça por suspeitas de fraude no processo de apuração dos votos.

Entretanto, passados dois anos do governo de José Cláudio, outras questões despontam para compreensão e análise no cenário político de uma cidade, de quase 300 mil habitantes, portanto, de porte médio e a terceira principal cidade do Paraná:

a) após a vitória, por que os votos obtidos por José Claudio na eleição para prefeito não foram revertidos para os seus dois candidatos a Deputado Estadual e Deputado Federal; quando seu concorrente direto Ricardo Barros se reelegeu e também conseguiu eleger sua esposa Cida Borgueti deputada estadual - lembro que a mesma tinha concorrido com José Cláudio à Prefeitura de Maringá;

b) em se tratando de eleições para o governo do Estado, câmara federal, assembléias legislativas, senado federal e presidência da república, por que os votos de José Claudio não foram revertidos para os candidatos do PT ao governo do Estado, Padre Roque, e nem para a presidência da republica, Lula. No caso do primeiro, ele não passou para o segundo turno das eleições no Paraná; e o segundo, apesar de ter vencido as eleições na maioria das cidades brasileiras, perdeu em Maringá, nos dois turnos das eleições presidenciais, para José Serra (PSDB), candidato apoiado pelo Sr. Ricardo Barros.

O Sr. Ricardo Barros, mesmo tendo sua candidata perdido as eleições municipais de 2000, conseguiu, nos dois anos seguintes, reverter o cenário político se consolidando como uma referência e estendendo isto para seus candidatos: Cida foi eleita e ele próprio foi reconduzido à câmara federal. Isso o habilita a concorrer a prefeitura de Maringá nas eleições de 2004 ou qualquer um dos seus aliados políticos. Hoje, seu nome inclusive aparece como forte opção para disputar uma vaga no Senado pelo estado do Paraná.

Uma observação importante, que merece uma análise mais detalhada, é o adoecimento e a morte de José Claudio, bem como os reflexos deste acontecimento no cenário político maringaense. A morte de José Cláudio empurrou o Partido dos Trabalhadores para uma disputa interna que buscava decidir quem seria o sucessor do então prefeito nas eleições municipais de 2004. Porém, na verdade, o vice-prefeito, João Ivo Calefi, não foi considerado por segmentos do partido como o "candidato natural" nesta sucessão.


Se os nobres colegas puderem colaborar, mandem textos para acrescentar. Assim quem sabe poderemos entender alguma coisa.

Eleições.

Em uma cidade chamada Sputnikopólis, havia uma disputa pelo poder. As pessoas que queriam governar essa cidade eram um tanto quanto controversas, cinco deles saíram das estórias em quadrinhos, havia o “Sr. Fantástico”, “A Mulher Invisível”, “O Tocha Humana”, “O Gargamel”, “O Coisa” e os outros três que são mortais e querem fazer o melhor para a cidade. Dos mortais vale salientar dois um já foi o “líder” o outro vai ser um dia, por que ele “é um bom moço”, porém não bate em ninguém ai não mostra que enfrenta à briga e não diz a que veio e o terceiro ainda acredita que o grande culpado é o imperialismo ianque e, Fora o FMI.
Em breve faremos uma descrição dos candidatos.
Aguarde!

Show de horrores!

Hoje pela manhã precisei ir até a UEM, resolver algumas coisas. Quando passei em frente do Hospital Municipal reduzi a velocidade do carro para observar um burburinho que acontecia no hospital, e para meu espanto. O Sr. Fantástico junto com sua camarilha estava inaugurando uma ATI no pátio do HM. Infelizmente eu não tinha uma maquina fotográfica para registrar este evento dantesco de proselitismo, estavam lá além dos "baba ovos" de praxe a Edith Dias com seu cabelo caju selvagem entre outros. É muito engraçado ver como essa senhora apesar de todas as denuncias e escândalos continua agarrada com unhas e dentes ao poder.
Gostaria de fazer um pedido a todos os amigos e leitores deste blog.

"Faça um vereador trabalhar, não o reeleja!"

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Estou chocado!

Recebi este endereço de site por uma amiga e estou chocado com isso o ponto que chega a crueldade das pessoas para usarem peles de animais.
Estas imagens são chocantes e foram feitas na China em fazendas de criação de animais para o comercio de peles.


Pledge to go fur-free at PETA.org.


fonte: http://www.peta.org/feat/ChineseFurFarms/index.asp

Entrem no site e ajudem com donativos.

Ela vem vindo!

Hoje pela manhã retornei a ligação de um amigo, que me relatou a seguinte história: que sua respectiva esposa na noite de ontem havia visto no céu de Maringá uma bola de fogo.
Bom logo que ele ouviu isso se lembrou rapidamente de mim, pois vivo dizendo que "a bola de fogo vem vindo e que a era dos humanos está chegando ao fim". Por uma série de fatores: candidato devendo para a justiça, a banalização da violência, a inversão de valores e etc.
Mas como aqui não deixamos passar nada assim sem sacanear, "cara não deixa mais ela usar essas coisas", ácido faz mal não é bom para os neurónios. Se continuar assim logo logo ela vai começar a ver Elfos, Orkes, Smufs, Elefante Cor de Rosa, Saci Pereré e etc.


Periodo eleitoral.

Essa cena é de um filme muito bom chamado Narradores de Javé.
Mas ele mostra bem a realidade dos currais eleitorais. Estamos de "Olho" galera do "Condomínio" !